5 Erros Comuns na Aplicação do Protetor Solar - e como Evitá-los

2019-07-25

O cancro de pele é o mais frequente em Portugal e em todo o mundo. No entanto, a maioria dos cancros de pele pode ser prevenida protegendo a sua pele dos efeitos nocivos da radiação ultra-violeta (UV). A melhor forma de o fazer é procurando a sombra, usando vestuário adequado e aplicando protetor solar de largo espectro, resistente á água e com um índice de proteção» 30.
No entanto, nem todos nós aplicamos o protetor solar corretamente deixando a nossa pele desprotegida e suscetível ao cancro de pele.

1. Ignorar o rótulo.

Há uma grande variedade de protetores solares no mercado. Para estar efetivamente protegido os dermatologistas recomendam protetores de largo espectro, resistentes à água e com um índice de proteção» 30.

2. Aplicar pouca quantidade.

A maioria das pessoas apenas aplica 25-50% da quantidade recomendada de protetor solar. No entanto, para cobrir o corpo, a maioria dos adultos, necessita de cerca de 30 ml (2 colheres de sopa). Aplique protetor solar suficiente para cobrir a pele não coberta pelo vestuário. Aplique 15-30 minutos antes de se expor e reaplique a cada duas horas ou após o banho.

3. Aplicar apenas em dias de sol.

O protetor solar deve ser aplicado mesmo em dias nublados. O sol emite radiações UV todo o ano. Mesmo em dias nublados 80% da radiação pode atingir a nossa pele. Para nos protegermos e reduzir o risco de cancro da pele aplique o protetor solar mesmo em dias enevoados.

4. Usar um protetor antigo.

Tenha sempre em atenção os prazos de validade. A maior parte dos protetores solares têm prazos de validade na embalagem, enquanto outros têm um símbolo de quantos meses é que a embalagem pode estar aberta sem perder qualidade. Caso a embalagem não tenha nenhuma indicação, esta pode durar dois a três anos, se estiver armazenado num local fresco e seco. Depois de o prazo de validade expirar ou de a embalagem do protetor estar sujeita ao calor, o creme acaba por se degradar e não vai proteger de forma tão eficaz a pele, por isso o mais indicado é não o usar.

5. Confiar apenas nos protetores solares.

Nenhum protetor bloqueia 100% da radiação UV, pelo que a aplicação do protetor solar deve ser complementada com a sombra e vestuário adequado incluindo óculos de sol.


Por Dr.ª Bárbara Fernandes (dermatologista)

5 Erros Comuns na Aplicação do Protetor Solar - e como Evitá-los